Blog

Pesquisa:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHE:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A campanha Maio Roxo diz respeito ao mês de conscientização sobre as doenças inflamatórias intestinais (DII) que há muitos anos é um problema recorrente de milhares de pessoas apenas no Brasil. A data é uma maneira de conscientizar e trazer a luz debates que falem sobre este grupo de doenças tão limitante.

Elas consistem em doenças crônicas sem cura, e caracterizadas por inflamação intestinal de intensidades variadas – desde as mais leves até as mais graves que afetam diretamente a qualidade de vida do paciente. Mais de 5 milhões de pessoas no mundo sofrem com problemas com estes diariamente.

De acordo com um artigo da UNESP, a taxa de incidência de doenças inflamatórias intestinais no Estado de São Paulo foi, em média, de 13,31 casos novos a cada 100 mil habitantes por ano, e a prevalência no território paulista foi de 52,5 casos para o mesmo recorte de pessoas. Crohn foi responsável por 46% deste números, enquanto a retocolite somou 53.

A Doença de Crohn

A Doença de Crohn é uma doença inflamatória do trato gastrointestinal. Ela pode afetar praticamente qualquer parte da região e causa problemas como diarréia, cólica abdominal, febre e sangramento retal. A sua causa ainda não é conhecida e os medicamentos disponíveis para comercialização podem reduzir a inflamação e controlar sintomas. No entanto, a cura para o Crohn ainda não foi descoberta.

A Retocolite Ulcerativa

A retocolite ulcerativa ou colite consiste na inflamação e ulcerações no intestino grosso e no reto em sua camada mais superficial. Diferente do Crohn, a retocolite não costuma afetar a espessura completa da parede intestinal e raramente afeta o intestino delgado. Ela é mais comum entre os 15 e 30 anos de idade, e provoca sintomas como a diarreia, cólicas, febre e hemorragias – similar a Doença de Crohn.

Pesquisa clínica para doenças inflamatórias intestinais (DIIs)

O CEMEC está conduzindo estudos científicos com a finalidade de desenvolver novos medicamentos para melhorar o tratamento de diversas Doenças Inflamatórias Intestinais, como Doença de Crohn, Colite e Retocolite.

Se você possui mais de 18 anos e tem o diagnóstico confirmado de Doença de Crohn OU Colite OU Retocolite, clique aqui e participe. Tenha a chance de aumentar a sua qualidade de vida e ser acompanhado por uma equipe multidisciplinar experiente

Se você conhece algum amigo ou familiar que pode participar de nossa pesquisa clínica, não hesite em indicar e compartilhar esse artigo com ela. Ao participar ou indicar um estudo clínico, você oferece um tratamento integral ao lado de uma equipe multidisciplinar experiente que acompanhará o paciente sem custos.

Cadastre-se e receba notícias do CEMEC

Unidade São Bernardo do Campo

Rua Silva Jardim, nº 187 • Salas 63 e 64 • Santa Tereza
CEP: 09715-090 • São Bernardo do Campo • SP

Fax: +55 (11) 4930.4342
Tel: +55 (11) 4930.4243
E-mail: coordenacao.sbc@cemecpesquisaclinica.com
E-mail: gerencia@cemecpesquisaclinica.com

Copyright © 2019 CEMEC Pesquisa Clínica. Todos os direitos reservados.

Website desenvolvido por Emcomjunto
WhatsApp chat